• Mercado Livre Solidário

Superando juntos, mais uma vez

No momento em que passamos de 370 mil mortos pela pandemia de covid-19 e testemunhamos mais de 125 milhões de brasileiros (59,3% da população!) sofrendo com a insegurança alimentar, as doações perderam o fôlego. Segundo o Movimento por uma Cultura de Doação, a média diária de doações em março de 2020 foi de R$ 108 milhões, enquanto a de fevereiro de 2021 foi de R$ 630 mil. Menos de um centésimo do que já foi.


Nem precisamos detalhar muito essa realidade que vocês, das organizações sociais, estão acompanhando de perto. Nossa proposta aqui é trazer insights e apoio para que a gente consiga, mais uma vez, virar esse jogo. Como podemos, com urgência, reavivar o movimento de doações que contagiou o país alguns meses atrás?


Captação digital: quando mais diversa, melhor

Ao longo do ano passado, falamos bastante aqui sobre estratégias para alavancar a doação digital para as organizações sociais, que vêm desempenhando um papel crucial no enfrentamento à crise sanitária, econômica e humanitária que vivemos hoje. Além de dicas para o uso da tecnologia como aliada na captação de recursos, mostramos passo a passo como utilizar as diversas ferramentas do Mercado Livre para isso:



Agora, existe também o Pix, um novo meio de pagamento instantâneo criado pelo Banco Central, que faz o dinheiro chegar até a conta da organização em segundos.


Lembre-se: quanto mais opções de meios de pagamento você oferecer e quanto mais simples for o processo de doação, maiores são as chances de conversão!


Esteja onde as pessoas estão

Ter um site é importante, pois é onde a organização pode consolidar todas as informações sobre o que ela faz – projetos, equipe, parcerias, prestação de contas, etc. –, além de ser a melhor porta de entrada para quem chega via sites de busca.


Mas, para atrair mais doadores, é fundamental também levar suas campanhas para as redes sociais. Seja no Facebook, Instagram, YouTube, LinkedIn, Twitter ou TikTok, organize-se para gerar conteúdo e atrair o público para a sua causa. Uma boa estratégia para fazer isso é buscando parcerias ou o apoio de influenciadores nessas redes, que podem ajudar na divulgação da sua campanha. Assim, é possível chegar a muito mais potenciais doadores.


Conecte-se com o seu público e invista na fidelização

Utilize as ferramentas digitais não apenas para atrair, mas também para fidelizar seus doadores, de forma que eles se tornem doadores recorrentes e ajudem a atrair ainda mais pessoas. Veja algumas ideias para isso:

  • Após cada doação, agradeça. Celebre junto com os doadores o sucesso de uma campanha.

  • Convide os doadores pontuais para que programem doações mensais. Dê a eles algumas alternativas para isso.

  • Convide os doadores para que se tornem embaixadores da sua ação. Veja um exemplo de como a Atados está fazendo isso para o Dia das Boas Ações.

  • Compartilhe as histórias de transformação viabilizadas com os recursos das doações.


Vá além da filantropia

Algumas organizações vêm dando bons exemplos de como criar negócios sociais que geram emprego e renda e, de quebra, têm sua receita direcionada para a manutenção de projetos sociais. A Gerando Falcões, por exemplo, arrecada doações de bens de consumo usados (eletrodomésticos, móveis, livros, roupas, etc.) e revende para pessoas de baixa renda. Com a arrecadação desse bazar, eles encontraram uma nova fonte de recursos para a sustentabilidade de seus programas.


Tem alguma dúvida ou caso de sucesso para contar? Compartilhe com a gente aqui nos comentários e ajude-nos a preparar conteúdos cada vez melhores para vocês!


39 vistas0 comentarios

Entradas Recientes

Ver todo

Como usar o Pix na captação digital de recursos

As organizações sociais já podem contar com mais um recurso para a arrecadação de doações digitais. Trata-se do Pix, um meio de pagamento instantâneo criado pelo Banco Central, que simplificou bastant

Estamos de volta com boas novidades para você

Em 2021 seguiremos juntos, apoiando a digitalização das organizações sociais brasileiras! Iniciamos 2021 com enormes e persistentes desafios. Vemos que a pandemia de Covid-19 ainda está longe de termi